20 de maio: O seu devido valor!

Olá pessoal!

 Esta semana aprovei um comentário anônimo aqui no blog. Nada contra os anônimos, mas os que havia recebido até então eram tidos como spam... Este não! Veio direito. Tinha uma função objetiva. 

Lembro-me que na referida postagem eu comentava sobre o porquê de nossos alunos não se interessarem mais pelo aprendizado proposto pela escola, e, como todos que me conhecem sabem, mediei minhas opiniões sobre o agir do professor, da escola e da família nestes tempos que estamos vivendo para atender bem aos nosso alunos

O Anônimo do comentário não sei por que motivo, usando de palavras quase ofensivas afirmou que a teoria e a prática educacional são coisas distintas e ora vejam só, mandou-me largar minhas teorias de lado e passar pelo menos um mês dentro de uma sala de aula para depois falar sobre o assunto em questão. 

Fiquei muito intrigada com o fato, pois percebi que nem a descrição do blog, aquela que fica ali no canto esquerdo com uma autobiografia a pessoa foi capaz de ler. Afinal, se tivesse lido não me mandaria procurar uma sala de aula para atuar, já que estou dentro de "algumas" há uns certos 6 anos e meio... 

Resolvi trazer o caso à tona porque hoje comemoramos o dia do Pedagogo. E eu fico imensamente feliz por este dia. É bom lembrarmos diariamente a importância de nosso trabalho, mas é muito bom também termos um dia para refletirmos e comemorarmos sua existência. 

O que me entristesse porém, é saber que existem pessoas que buscam esta profissão apenas por ser um "caminho mais fácil" como já ouvi diversas vezes, e não porque, de fato, seja algo que lhes chame a atenção e lhes realize. 

É certo que o magistério está desvalorizado, mas será que é certo nós Professores, Pedagogos o desvalorizarmos? 

Lutar por condições melhores de trabalho e salários dignos é nosso dever como cidadãos. Mas também é nosso dever respeitar aquelas pessoas que passam anos e anos por nossas mãos, dando a elas o mínimo que se possa esperar de um professor: competncia, planejamento e profissionalismo. 

Que não tenha giz, nem folha, nem lápis, porque é esta a realidade de muitos, mas que os professores se preocupem em ter preparo profissional.^E não estou falando somente de cursos, formação cotinuada não, estou falando de empenho, pesquisa, trabalho. Porque como diz uma colega de que admiro muito:

"Eu não posso tirar dinheiro do meu bolso (...) muitas coisas que o governos exige de nós são surreais (...)  Mas eu trabalho com o que tenho e faço deste pouco o meu melhor." 

E ela cumpre seu papel de educadora!!! Mesmo diante de turmas consideradas "perdidas" consegue apresentar bons resultados e mudança de comportamento. 

Terminando... 

Teoria e prática podem sim andar juntas e no final das contas são elas que nos tornam de verdade professores, pedagogos, mediadores, facilidadores ou seja lá que nome mais inventem para os Educadores.

Feliz dia do Pedagogo para você que  sabe o que é ser Pedagogo, ou melhor ainda, para você que sempre se permite aprender, a ser, conhecer, e faz a diferença na sua profissão.   

Vanessa Vieira
Professora e Pedagoga


0 comentários :

Postar um comentário

Faça seus pensamentos presentes! Nunca se cale!!!
Obrigada por comentar!

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos