DÊ A SUA OPINIÃO: Carta deixada por Wellington (autor das mortes na Escola Tarso da Silveira)


Trago abaixo a carta escrita por Wellington Menezes de Oliveira, autor da tragédia ocorrida na Escola Municipal Tasso da Silveira. Resolvi postá-la aqui pois gostaria saber que opinião vocês, educadores como eu, tem a respeito dessa  assunto. Aguardo ansiosa vossos comentários






Confira a carta na íntegra:
"Primeiramente deverão saber que os impuros não poderão me tocar sem usar luvas, somente os castos ou os que perderam suas castidades após o casamento e não se envolveram em adultério poderão me tocar sem usar luvas, ou seja, nenhum fornicador ou adúltero poderá ter contato direto comigo, nem nada que seja impuro poderá tocar em meu sangue, nenhum impuro pode ter contato direto com um virgem sem sua permissão, os que cuidarem de meu sepultamento deverão retirar toda a minha vestimenta, me banhar, me secar e me envolver totalmente despido em um lençol branco que está nesse prédio, em uma bolsa que deixei na primeira sala do primeiro andar, após me envolverem nesse lençol poderão me colocar em meu caixão. Se possível, quero ser sepultado ao lado da sepultura onde minha mãe dorme, minha mãe se chama Dicéa Menezes de Oliveira e está sepultada no cemitério Murundu. Preciso da visita de um fiel seguidor de Deus em minha sepultura pelo menos uma vez, preciso que ele ore diante de minha sepultura pedindo o perdão de Deus pelo o que eu fiz rogando para que na sua vinda Jesus me desperte do sono da morte para a vida eterna.

Eu deixei uma casa em Sepetiba da qual nenhum familiar precisa, existem instituições pobres, financiadas por pessoas generosas que cuidam de animais abandonados, eu quero que esse espaço onde eu passei meus últimos meses seja doado a uma dessas instituições, pois os animais são seres muito desprezados e precisam muito mais de proteção e carinho do que os seres humanos que possuem a vantagem de poder se comunicar, trabalhar para se sustentar, os animais não podem pedir comida ou trabalhar para se alimentarem, por isso, os que se apropriarem de minha casa, eu peço por favor que tenham bom senso e cumpram o meu pedido, pois cumprindo o meu pedido, automaticamente estarão cumprindo a vontade dos pais que desejavam passar esse imóvel para meu nome e todos sabem disso, senão cumprirem meu pedido, automaticamente estarão desrespeitando a vontade dos pais, o que prova que vocês não têm nenhuma consideração pelos nossos pais que já dormem, eu acredito que todos vocês tenham alguma consideração pelos nossos pais, provem isso fazendo o que eu pedi."
Wellington Menezes de Oliveira.
Fonte:  Terra

3 comentários :

  1. Bom dia! Não quero ler essa carta por repúdio a todos os envolvidos nesse crime. Ela não estava sozinho.
    Não merece a minha leitura. Um desumano, cruel, satanás, perverso, calculista, pobre, infeliz, deixa em dúvida as morte na própria família para elaboração desta tragédia sem limites.

    ResponderExcluir
  2. Os problemas com a saúde mental neste país e ouso dizer, em muitos lugares do mundo, tem sido tratados de forma desrespeitosa e incoerente.
    Há uma mazela a ser repensada, reestruturada e etc...
    Convivemos com pessoas surtadas, drogadas, etc...
    Esta tragédia deveria ser um marco nacional para tal ação!
    Até quando, caminharemos assim?
    Tristeza, indignação, repúdio a toda esta e tantas barbáries que vão e vem!!
    E... o que fazemos e faremos?
    Aqueles que perderam seus amores, jamais os terão!!!!
    Quem serão os próximos?
    Quantos absurdos nos últimos tempos, quem somos?
    Tudo triste, muito triste.... luto eterno.

    ResponderExcluir
  3. Esse é mais um psicopata frio e imundo que fica extasiado com a desgraça alheia. É notório que ele já foi à escola com a intenção de matar a todos e em seguida, se matar, pois saberia o que lhe esperaria depois. Enfim, na carta percebe-se uma pureza e superioridade que este "animal" (uma pessoa que comete um ato brutal como esse eu não considero um ser humano)sentia diante dos seres humanos. Enfim, me revolta falar dessa situação pois sou mãe e posso imaginar a dor que os pais que perderam seus filhos estão sentindo.

    ResponderExcluir

Faça seus pensamentos presentes! Nunca se cale!!!
Obrigada por comentar!

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos